Como entidade associativa dos Oficiais de Inteligência da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), cumpre-nos informar à sociedade e às instituições do Executivo, Judiciário e Legislativo, sobre os parâmetros legais que embasam a Inteligência de Estado em situações como a que passa o país em função da Covid-19.

“Obter, analisar e difundir conhecimento” sobre fatos ou situações que possam influenciar o processo decisório e a segurança da sociedade e do Estado, conforme a Lei 9883/99, é questão prioritária para a Inteligência, no assessoramento ao governo federal e parceiros Sistema Brasileiro de Inteligência (Sisbin), neste momento principalmente ao Ministério da Saúde, com informações vindas de variadas regiões do país e do mundo.

Em regime de dedicação exclusiva, os servidores da Abin têm atuado em benefício dos centros que em todo o País coordenam as medidas enfrentamento a esta crise de saúde pública, empenhados em dar as repostas às demandas que chegam sobre o tema, produzindo conhecimento à altura das necessidades do povo brasileiro.

Share This