O que a Aofi propõe para uma gestão interna melhor

4/04/2016

Temos um hábito de não reclamar para fora. E com isso, também não reclamamos para dentro. Mas depois de dez anos no serviço vejo que estamos perdendo capacidade de análise e capacidade operacional. Temos uma área administrativa inchada e excessivamente burocrática, cada vez mais desesperada para saber como lidar com servidores cada vez menos motivados e mais descrentes.
Esta gestão da Aofi resolveu tentar mudar essa lógica. Não temos o diálogo que gostaríamos com a Administração. É verdade. Ignorou-nos tantas vezes, sem se dar o trabalho de responder que não perdemos mais nosso tempo.
Essa é uma nota interna da Presidente pra você, associado (e servidor) frustrado que não sabe onde pisar. Pra que você saiba o que estamos propondo para melhorar a Inteligência onde você trabalha.

  1. Que se respeite o princípio da impessoalidade: crie um comitê dos departamentos para autorizar licenças e afastamentos pedidos pelos servidores com base em regras claras voltadas para atender a uma lista de necessidades de capacitação do órgão.
  2. Que se amplie a capacidade das áreas de administrativas com a requisição de servidores especializados em apoio aos Oficiais Técnicos, liberando a força de trabalho dos Oficiais de Inteligência para a área-fim.
  3. Que sejam revogados o interstício de 30 dias e a obrigatoriedade de nível B1 em idiomas para capacitação.
  4. Que o mandato do Diretor-Geral, seja ele quem for, tenha tempo limitado em dois anos, com possibilidade de uma recondução, de forma a ampliar a impessoalidade no serviço público e o compromisso com carreira de Estado.
  5. Que os superintendentes tenham mais autonomia, de modo a poder fazer mais convênios e atuarem mais em conjunto com outros parceiros.
  6. Que a Direção-Geral proponha leis que nos permitam a atuar com clareza e segurança.

E, por fim, que se respeite o princípio da razoabilidade: temos pouca gente e quase todas as áreas precisam de pessoas; liberem-se todas as remoções a pedido para reforçar áreas fim e monte-se grupo para fazer o QLP (Quadro de Lotação de Pessoal) com base no número de servidores hoje e no número ideal de servidores.

Bia Neves
Presidente
Associação Nacional dos Oficiais de Inteligência

Share This